HCP Comunica - HCP - Hospital de Câncer de Pernambuco

HCP Comunica

 

melaopauta.jpegRafael Martins e Rafael Daher, sócios a frente da R2MD Consultoria Empresarial, empresa especializada em exportação, são os responsáveis pela doação de melões que o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) passou a receber desde o último dia 24 de março. As frutas serão doadas quinzenalmente pela Agropecuária Vita+, de Mossoró (RN), primeira empresa brasileira a exportar melão para a China.  A produtora de melão abraçou a causa do HCP a pedido dos sócios. 

“Conheci a história do Hospital de Câncer de Pernambuco e agora a minha missão é ajudar. Não tinha conhecimento que a instituição era filantrópica e de todo o trabalho que é desenvolvido e oferecido de forma gratuita ao paciente carente com câncer. O hospital precisa da colaboração da sociedade para continuar disponibilizando esse serviço, que inclui cerca de duas mil refeições diárias. Tento acesso aos principais produtores de alimentos, não poderíamos deixar de fazer a nossa parte, foi aí que surgiu o contato com a Agropecuária Vita+, que de pronto aceitou. Agora a nossa meta é conseguir outros parceiros”, destaca Rafael Martins, sócio da R2MD.

melaohoi.jpeg

Os melões serão doados quinzenalmente ao HCP para complementar o cardápio alimentar oferecido diariamente aos pacientes, acompanhantes e seus colaboradores. “Doações como essa sempre são muito bem-vindas. Quando recebemos insumos alimentares conseguimos destinar os recursos que seriam empregados nessas compras para melhorar os serviços oferecidos pela instituição e, consequentemente, ao paciente em tratamento”, explica a gerente de captação de recursos do Hospital de Câncer de Pernambuco, Juliane Carvalho.

IMG_9330.JPG

Na loja Arco-Mix de Areias, registro do Troco Solidário do nosso parceiro mais que especial Arco-Mix e Arco-Vita. A quantia arrecada através da solidariedade dos clientes que deixam sua doação no ato das compras será destinada para a aquisição de longarinas, ou seja, novas cadeiras para o setor de triagem, com o objetivo de oferecer mais conforto no ato da espera por atendimento. 

A Campanha Troco Solidário, iniciada no final de 2018, estimula clientes a doarem suas moedas do troco ou, se preferirem, outra quantia para ajudar o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) na continuidade do tratamento oncológico oferecido a mais de 50% de todos os pacientes com câncer de Pernambuco. Agora, além de deixar a doação em dinheiro, se preferir, o cliente pode optar pelo cartão de crédito. Independente da forma de doação, o cliente recebe o valor discriminado na nota fiscal, para comprovar a doação ao HCP. 

Para ajudar é simples, no ato das suas compras em alguma das 19 lojas da rede, basta escolher o valor, informar ao operador de caixa e pronto, ao final do mês o valor será repassado para ajudar o HCP na linda missão de oferecer tratamento integral e humanizado ao paciente oncológico.  

Nossa gratidão ao parceiro Arco-Mix, mas em especial a cada um que deixa sua doação para ajudar o próximo. 

DIA-INTERNACIONAL-DA-MULHER_2.jpg

Homenagem às mulheres guerreiras que não deixaram de sorrir mesmo durante o tratamento de câncer.

 

Andréa Mota: ex-paciente do HCP (venceu o câncer de mama).

50 anos

O que me fazia sorrir durante o tratamento era minha vontade de viver, sempre tive muita fé e minha família foi minha base. “Minha motivação era ajudar os outros, mostrar para as pessoas que a cura existe. Eu florescia em cada quimioterapia, hoje quero ser um instrumento de luz para o próximo.” 

Ela hoje está curada, esbanja sorriso e tem muita gratidão a todas as pessoas que estiveram junto dela durante o tempo que mais precisou, além do mais dá continuidade ao legado deixado pela sua avó, o da caridade. Nesse dia internacional da mulher, Andréa é inspiração para outras mulheres

 

Maria Betânia: ex-paciente do HCP (venceu o câncer de mama) e atual voluntária da Rede Feminina                                      

Betânia é a própria fortaleza, sempre foi muito otimista e tem facilidade de filtrar as situações negativas e revertê-las. Ela buscava mensagens positivas para sua elevação espiritual e motivação. “Eu não podia me entregar, pois sou um ser único.”, relata com muito orgulho. Apesar de no início o impacto ter sido grande com a descoberta da doença, Betânia mentalizava constantemente um mantra: “Eu recebi uma saca de limão, mas vou fazer do limão uma limonada”. Não importava o quanto iria ser amargo o tratamento, ela enxergava a doçura da vida e isso a fez seguir confiante e com sorriso no rosto. 

Hoje, está curada e sua maior felicidade é ter saúde e poder dar amor a todo mundo. Nesse dia internacional da mulher, Betânia é inspiração para outras mulheres.

 

Fátima Carlos: Paciente de seguimento do HCP   

66 anos                                                                                

Fátima encarou o câncer de mama com muita confiança e sem se deixar abater. Mesmo durante o seu tratamento, buscava atividades que proporcionavam a ela muita alegria e bem-estar, como a hidroginástica e a leitura de livros, assim como ouvir músicas também levantava o seu astral e alimentava o seu físico, espiritual e emocional. Ela sabia da importância de acreditar que iria vencer.  Na sua última sessão de radioterapia, quando encerrou o seu tratamento, uma frase dita por nosso técnico de enfermagem lhe marcou e ela recorda até hoje “ele me disse que no início eu era um casulo e agora sou uma borboleta pronta para voar”. A partir desse dia ela está voando até hoje, sorridente e transformada, renasceu uma nova Fátima, muito melhor, mais forte e com mais esperança na vida. Agora é ela quem dá suporte ao marido que se trata de câncer no nosso hospital.  Com sua sabedoria enfatiza “ajuda muito curar nosso físico com a energia e poder do nosso pensamento”. Nesse dia internacional da mulher, Fátima é inspiração para outras mulheres.

 

Gilmara Souza – Paciente de seguimento (venceu o câncer ósseo)                                                                                                                                 

 24 anos

Gilmara é um exemplo de superação, ainda criança com apenas 12 anos foi diagnosticada com câncer ósseo, mas reagiu de forma muito tranquila. Desde o início ela tinha certeza de que iria ficar boa e o apoio familiar foi fundamental. Ela encarou com muita serenidade e aceitação a queda de seus cabelos e uma amputação. Sua maturidade, apesar da pouca idade na época, surpreendia até os médicos e enfermeiros. Nada tirava o sorriso de criança de Gil, que teve uma infância normal, gostava de brincar com os primos, estar reunida com sua família no sítio.  Gilmara está curada faz 12 anos e seu sonho é se formar em enfermagem como forma de gratidão: “foi um alívio grande, pois tenho muita fé, Deus me curou e pode curar outras pessoas também”. Nada é impossível quando se acredita. Hoje, aos 24 anos é mãe de uma bebê de 10 meses, seu maior motivo de felicidade. Nesse dia internacional da mulher, Gilmara é inspiração para outras mulheres.

 

atendimentocovidhcp.jpeg

Com o objetivo de conter o avanço da Covid-19, o governo de Pernambuco divulgou um novo Decreto (Nº 50.346 – de 01/03/2021) com medidas restritivas em relação a atividades sociais e econômicas, de 03 até 17 de março. Sabendo que o anúncio trouxe diversas dúvidas sobre os serviços de saúde oferecidos no estado, preparamos algumas perguntas e respostas para auxiliar os nossos pacientes a entenderem o funcionamento do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) durante esse período. 

Meu tratamento será interrompido?

Não. Os tratamentos oncológicos, incluindo as consultas, cirurgias e as sessões de quimioterapia e radioterapia, estão mantidos.

Já terminei meu tratamento, mas tenho consulta de revisão. Devo ir ao HCP?

Sim. O Decreto não modificou os atendimentos médicos, como as consultas de rotina e de segmento.

Minha cirurgia foi agendada. Tem risco de não ser realizada?

Depende. 

As cirurgias oncológicas não sofreram modificações. Todos os agendamentos estão mantidos.

Apenas as cirurgias eletivas, como hernioplastia, plásticas reparadoras e reconstrução de trânsito, foram temporariamente suspensas, devido ao Decreto (Nº 50.346 – de 01/03/2021). Os pacientes que estão agendados entre o período de 03 até 17 de março e serão contatados para devida remarcação. 

Tenho exames agendados. Poderei fazer?

Sim. A realização de exames também não tiveram modificações devido ao Decreto. 

Vou fazer meu tratamento no HCP. Quais os cuidados que devo ter? 

-Para evitar aglomeração, vá, preferencialmente, sem acompanhantes. Caso exista a necessidade, leve apenas um acompanhante, o mesmo não pode apresentar nenhum sintoma gripal ou febre.

-Mantenha o distanciamento e respeite as demarcações nos acentos e filas.

-Evite contato ao cumprimentar as pessoas. 

-Lave as mãos com frequência e utilize álcool em gel quando necessário.

-Evite colocar as mãos no rosto.

-Utilize a máscara o tempo todo.

 

 

O HCP reforçou as medidas de higiene e limpeza, incluindo o aumento na quantidade de dispensadores de álcool em gel, mas é necessário que cada um faça sua parte. 

Colabore!

 

DINTER_24-05-2021.jpg

A Superintendência de Ensino e Pesquisa do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) divulgou a classificação final para a segunda turma no Dinter UNIFESP/HCP, Programa de Pós-Graduação Interinstitucional em Medicina Translacional com a Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP/EPM, na modalidade doutorado.   Serão 08 vagas na área de Ciências da Saúde, concentração em Medicina Translacional. O início das atividades acadêmicas está previsto para agosto, com duração máxima de 48 meses. 

Até o início da primeira turma, em novembro de 2019, Pernambuco não possuía uma pós-graduação stricto sensu em oncologia voltada ao estudo de diversos tipos de neoplasias. Com esse doutorado, aumentam as chances de inserção dos centros de referência em oncologia da rede SUS de Pernambuco no cenário do ensino e de pesquisa em câncer no país e no mundo. “Essa parceria reforça a importância da formação de novos doutores na instituição como parte do planejamento estratégico do HCP, cujos objetivos principais são qualificar os profissionais e formar massa crítica de docentes para criação do programa de pós-graduação stricto sensu na área de oncologia no HCP (mestrado e doutorado)”, destaca o assessor da Superintendência de Ensino e Pesquisa do HCP Dr. Guilherme. 

Para admissão ao processo de seleção, o candidato deverá apresentar o comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 370,00 (trezentos e setenta reais) e a documentação descrita no edital, inclusive o pré-projeto, até o dia 14 de maio de 2021, de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h horas, no setor de Ensino e Pesquisa do HCP ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.. A seleção é composta por uma prova escrita, análise de Currículo Lattes, entrevista e análise da proposta de pesquisa. O resultado final com a lista dos classificados será divulgada no dia 25 de maio.  

A coordenação do DINTER UNIFESP/HCP continua com a Professora Dra. Dulce Elena Casarini (UNIFESP) e a Professora Dra. Leuridan Cavalcante Torres (HCP). 

Classificação final - ERRATA

Classificação final

Resultado da prova escrita realizada em 03/05/2021 aqui.

Confira a ERRATA.

Confira o edital aqui.

bemobm.jpeg

Instituição privada, filantrópica e sem fins lucrativos, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) conta com iniciativas de empresas para manter a qualidade do atendimento. Uma dessas iniciativas é o Troco Solidário, campanha que tem possibilitado investimentos em melhorias estruturais e assistenciais através do troco doado ao HCP pelos clientes dos estabelecimentos. No final do ano passado, o Bem Bom Supermercados, empresa que se preocupa com a responsabilidade social, abraçou a campanha e entregou, na manhã de ontem (18), o cheque simbólico de R$1.859,54 à instituição.

“Iniciativas como esta são a prova de que a união da sociedade faz grande diferença na vida de quem mais precisa. Essas pequenas moedas se transformam em grandes valores que nos ajudam a oferecer um tratamento melhor para nossos pacientes”, diz a gerente de Captação de Recursos do HCP, Juliane Carvalho.

DESTAQUE-URO.jpg

O departamento de Urologia do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) está com processo seletivo aberto para a vaga única do Fellowship em Urologia Oncológica 2021. Os urologistas interessados devem enviar seus currículos acompanhados de uma carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. até o dia 31 de março (antes 10 de março). O início das atividades está previsto para o dia 5 de abril de 2021. 

Primeiro Fellowship a ser oferecido no Nordeste, no programa de urologia, o profissional selecionado terá acesso, durante 12 meses, ao acompanhamento de atividades práticas e teóricas dentro da especialidade, orientado por um corpo clínico de referência. Entre outras atividades teórico-práticas, estão previstas cirurgias de alta complexidade, laparoscopia, prostatectomia radical, nefrectomia radical e parcial, biópsia de próstata, cirurgias endoscópicas e estágio opcional não remunerado no A.C Camargo Cancer Center ou no Instituto de Câncer de São Paulo (ICESP). 

Confira as etapas do processo seletivo: 

FELLOWSHIP EM UROLOGIA

- Envio de currículo Lattes + carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. – até 31/03/2021

- Avaliação curricular e entrevista – 07/04/2021

- Divulgação do resultado – até 09/04/2021

- Início das atividades – 12/04/2021

- Duração: 1 ano

- Bolsa inclusa

 

WZ-URO (1).jpg

 

IMG_9107.JPG

A nova parceria do Troco Solidário já tem feito grande diferença para o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Na tarde de ontem (17), a instituição recebeu o cheque simbólico de R$38.863,34 doados pelo Novo Atacarejo, que firmou parceria no final de 2020 e já está em sua segunda entrega. 

“Esse valor nos ajuda muito. Somos uma instituição privada e filantrópica, e a boa ação de vocês nos ajuda a oferecer um tratamento de qualidade aos nossos pacientes”, disse a gerente de Captação de Recusos, Juliane Carvalho. “O novo se preocupa com as pessoas. Doar um pouco de amor e um pouco de carinho nunca é demais, então pedimos aos clientes que venham para o Novo e doem para o HCP”, pontuou a coordenadora de Marketing do Novo Atacarejo, Morgana Barros.

Para ajudar o HCP através do Troco Solidário, o cliente do Novo pode destinar o troco das suas compras para a instituição. A união de pequenas quantias ajuda o hospital a investir em melhorias para os mais de 50% de pacientes oncológicos do estado atendidos de forma completa e integral.  

 

entregaextrabom.jpeg

Um gesto cheio de solidariedade. Na última sexta-feira (12), o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) recebeu mais uma entrega do Troco Solidário Extrabom. São R$5.656,72, valor que representa os trocos doados pelos clientes ao hospital nos meses de novembro, dezembro e janeiro. 

Na ocasião, o cheque simbólico foi entregue à gerente de Captação de Recursos do HCP, Juliane Carvalho, que falou sobre a importância dessa ajuda para o tratamento ofertado aos mais de 50% de pacientes oncológicos do estado. Instituição filantrópica e sem fins lucrativos, o HCP tem utilizado os recursos recebidos por meio da campanha Troco Solidário para investir em melhorias para o paciente. 

 

 

IMG_9043.JPG

Na última sexta-feira (5), o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) deu início às aulas do Programa de Educação Permanente em Cuidados Paliativos da Rede SUS-PE, que tem como objetivo capacitar profissionais da área médica e multidisciplinar a atuarem na assistência oncológica em Cuidados Paliativos no Sistema Único de Saúde. O curso, que faz parte do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), é gratuito e conta com um corpo docente de referência, formado por profissionais de saúde do HCP. Ao todo, 160 alunos de várias cidades do estado foram aprovados no processo seletivo, realizado a partir de outubro de 2020. 

“O Programa permitirá difundir a cultura em cuidados paliativos nas principais instituições de saúde do estado, além da integração entre os profissionais participantes, o que promoverá a troca de experiências dos principais casos encontrados em cada região”, destaca dr. Guilherme Costa, assessor da superintendência de ensino e pesquisa do HCP. O programa é dividido em 10 módulos teóricos (que estão sendo realizados de forma online) e 5 módulos práticos. Ao todo, são 450 horas de capacitação. Nas primeiras aulas, foram abordados os conceitos básicos da atenção em Cuidados Paliativos – numa perspectiva de humanização e reabilitação das sequelas emocionais trazidas pela doença –, e a teoria e prática da elaboração e desenvolvimento de projetos e pesquisas (metodologia científica). “A expectativa é que os participantes absorvam os conceitos, elaborarem um produto final e consigam disseminar os cuidados paliativos nas suas práticas e setores”, pontua Erika Santo, coordenadora do curso. 

No HCP, o serviço de Cuidados Paliativos atua na assistência aos pacientes que estão em cuidados paliativos e de fim de vida – os casos oncológicos em que já não é mais possível se alcançar a cura. “Nesses casos, devemos oferecer um tratamento individualizado e focado nas necessidades do paciente, promovendo maior conforto e qualidade de vida”, explica o Superintendente Técnico e Coordenador de Cuidados Paliativos do HCP, dr. Fábio Malta. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o câncer é, atualmente, a segunda causa de morte no Brasil e no mundo e, até 2030, deve ser a principal, com um aumento de 50% no número de novos casos. O diagnóstico da doença traz repercussões emocionais e sequelas que afetam não apenas os pacientes, mas também os familiares, o que torna a abordagem multidisciplinar dos Cuidados Paliativos uma prática essencial em atenção à saúde.

Sobre o HCP: O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) é uma instituição privada e sem fins lucrativos, que se dedica ao diagnóstico e tratamento de pacientes oncológicos por meio do Sistema único de Saúde – SUS. Por ser uma instituição filantrópica, o HCP conta com doações contínuas de pessoas físicas e jurídicas para manter a qualidade no atendimento aos pacientes. Esses recursos são utilizados no custeio, na modernização do parque tecnológico e nas instalações físicas do hospital. Além disso, são direcionados para complementar o custo do tratamento dos pacientes. Em 2019, 5.279 novos pacientes iniciaram seus tratamentos da instituição. Saiba mais no site: www.hcp.org.br.